Rodovia recém-restaurada já apresenta buracos

Rodovia que interliga Porto Calvo a Jacuípe já apresenta inúmeros buracos (Foto: Severino Carvalho)
Rodovia que interliga Porto Calvo a Jacuípe já apresenta inúmeros buracos (Foto: Severino Carvalho)

A restauração dos 26,2 quilômetros da AL-105, interligando os municípios de Porto Calvo a Jacuípe, região Norte de Alagoas, foi concluída no segundo semestre de 2012. A rodovia teve de ser praticamente reconstruída diante da precariedade em que se encontrava.

Em menos de dois anos, porém, vários trechos restaurados já apresentam danos estruturais sérios. Os buracos se multiplicam e em várias partes o asfalto cede.

“É um absurdo: como pode uma estrada construída um dia desses ficar desse jeito?”, indagou o motorista Marcos André Lins, que trafegava pelo trecho, nas proximidades de uma usina de cana-de-açúcar, onde as avarias são ainda mais evidentes.

A obra foi executada pela construtora Delta que, à época, chegou a ser citada no escândalo envolvendo o contraventor Carlos Augusto Ramos, o “Carlinhos Cachoeira”.

A construtora desistiu do contrato inicial firmado em 2010 com o governo de Alagoas, orçado em cerca de R$ 8 milhões. A demora para a execução da obra provocou revolta entre os moradores da região que chegaram a realizar protestos. Jacuípe e comunidades rurais de Porto Calvo ficaram no mais completo isolamento por causa das péssimas condições da AL-105.

Um novo certame com valores superiores (R$ 11,7 milhões) foi realizado e, novamente, a Delta venceu e executou a obra. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) esclareceu, à época, que não existiu sobrepreço no novo contrato firmado, apenas uma adequação ao projeto em função de mais avarias provocadas pelas chuvas, situação não prevista inicialmente.

Tudo foi aprovado pelo Departamento de Infraestrutura da Petrobras.  A petrolífera firmou convênio com o governo do Estado para execução da obra ao reconhecer os estragos provocados à malha pelos veículos pesados quando da construção do gasoduto Galsape, que interliga Pilar (AL) a Ipojuca (PE).

Detalhes contratuais à parte, o fato é que hoje a rodovia, recém-construída, já se encontra deteriorada. Por meio da assessoria de imprensa, o DER informou que, na próxima semana, o engenheiro residente do órgão estadual para a região Norte de Alagoas, Vicente Oliveira, inicia a elaboração de um relatório sobre a situação da AL-105. O objetivo é solicitar a restauração dos trechos danificados.

3 thoughts on “Rodovia recém-restaurada já apresenta buracos

  1. No Brasil pintam o barro com pinche e dizem que asfaltaram a rodovia, ai o resultado é este. mas, com certeza, o preço pago foi de asfalto de qualidade. Na Europa a espessura mínima do asfalto é de 50 cm. Ai sim, dura pra sempre.

  2. SÃO COISAS DESTE MISERÁVEL GOVERNO QUE TRABALHA COM OBRA DE MA QUALIDADE E SUPER FATURADA. TUDO O QUE O GVERNO DELE FAZ É ASSIM. POR ISSO, TEMOS ESCOLAS CAINDO E NOS HOSPITAIS, OS DOENTESS INTERNADOS NOS CORREDORES.

  3. Esse é apenas um dos fatores que evidenciam o esquecimento que os poderes públicos estão tendo pelos municípios envolvidos na reportagem e em todo o Estado. Em Jacuípe, a população necessita de mais apoio dos entes governamentais. As pessoas querem emprego, mais educação e infraestrutura. Investimentos essenciais para a cidade. E ainda, a cidade está sendo alvo de uma forte falta de segurança, como em todo o território estadual. Queremos mais segurança. As drogas estão tomando conta dos jovens, que não ganham nenhum incentivo do governo para buscar melhorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *