Vigilância alerta sobre cuidados com o pescado

Palestra foi realizada na sede do 6° Batalhão, em Maragogi (Foto: Severino Carvalho)
Palestra realizada na sede do 6° Batalhão, em Maragogi, foi direcionada aos manipuladores de alimentos (Foto: Severino Carvalho)

Chefs de cozinha, donos de peixarias e representantes da Colônia de Pesca Z-13 de Maragogi participaram de uma palestra promovida pela Vigilância Sanitária Estadual e Municipal. O objetivo do treinamento, realizado na sede do 6° Batalhão de Policia Militar (6° BPM), foi repassar a esses profissionais informações sobre as boas práticas de manipulação do pescado, cujo consumo aumenta durante a Semana Santa.

“A palestra é voltada aos chefs de cozinha que vão repassar esses conhecimentos para os demais manipuladores de alimentos com objetivo de evitar a contaminação de peixes e crustáceos, muito consumidos durante a Semana Santa. São observadas questões como aparência do peixe, o congelamento, a conservação. O trabalho é voltado também para as peixarias e restaurantes”, destacou a coordenadora municipal da Vigilância Sanitária de Maragogi, Roseane Pinto.

De acordo com ela, após o período de sensibilização, os órgãos de vigilância vão agir de forma mais incisiva. “Nesse momento, estamos fazendo um trabalho de prevenção, mas, depois, faremos as inspeções, fiscalizaremos. Vamos conferir se estão aplicando o que foi repassado aqui na palestra”, alertou.

A nutricionista Maria Tânia Bezerra Guedes, chefe do Serviço de Inspeção de Alimentos da Vigilância Sanitária Estadual, repassou algumas dicas aos consumidores na hora de escolher e comprar o pescado para a Semana Santa.

“O pescado deve estar em local limpo, adequado e higiênico. Ao comprar o peixe, é preciso observar os olhos, que devem estar brilhantes, com guelras vermelhas, escamas úmidas e aderentes ao corpo”, observou Maria Tânia, em entrevista à Gazetawebmaragogi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *