Consórcio intermunicipal elege a nova diretoria

Nova diretoria foi eleita para o biênio 2015 / 2017 (Foto: Divulgação)
Nova diretoria foi eleita para o biênio 2015 / 2017 (Foto: Divulgação)

A prefeita de Porto de Pedras, Camila Farias (PSC), e o gestor da Barra de Santo Antônio, Rogério Farias (PSD), foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Norte de Alagoas (Conorte/AL) para o biênio (2015 / 2017).

A instituição reúne 13 municípios que buscam desenvolver políticas públicas nas áreas de Saúde, Saneamento Básico e Segurança Alimentar. O prefeito de Japaratinga, Newberto Neves (PRP), que presidiu o Conorte durante dois anos, foi escolhido para ocupar o cargo de secretário da diretoria administrativa.

Segundo o gerente-geral do Conorte, Aderson França, a chapa foi única, eleita por aclamação na sexta-feira (27), no auditório da Biblioteca Pública de Porto de Pedras.

O Conorte surgiu em 2004 como consórcio para desenvolver ações de segurança alimentar. Em 2011, transformou-se em consórcio público ampliando sua atuação para as áreas da Saúde e Saneamento Básico.

Dentre os projetos, o Conorte tenta construir um aterro sanitário de uso coletivo envolvendo 12 municípios da região Norte do Estado em consonância com o que estabelece a Política Nacional de Resíduos Sólidos. O projeto está sendo desenvolvido por meio de Parceria Público-Privada (PPP).

Dificuldades

No ano passado, o Conorte lançou edital para contratação de uma empresa responsável pela elaboração do estudo de viabilidade com vistas à construção do aterro sanitário. O prazo para a entrega do estudo termina agora em março e a empresa já anunciou que vai pedir mais 120 dias de prorrogação. Isso porque os municípios que integram o Consórcio não enviaram as informações técnicas requisitadas.

O Conorte também enfrenta dificuldades financeiras. Dos 13 municípios que integram a instituição, cinco deixaram de fazer os repasses para manutenção do Consórcio no ano passado. “Enfrentamos dificuldades financeiras para manter nosso quadro funcional”, observou o gerente-geral.

Fazem parte do Conorte os municípios de Maragogi, Japaratinga, Porto Calvo, Jacuípe, Jundiá, Campestre, Novo Lino, Colônia Leopoldina, Flexeiras, São Miguel dos Milagres, Matriz do Camaragibe, Porto de Pedras e Barra de Santo Antônio. Apenas este município não faz parte do projeto para construção do aterro sanitário. Barra de Santo Antônio aderiu ao Consórcio Metropolitano por conta da proximidade com a capital do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *