Adolescente grávida é morta a facadas em São Luís

Local do crime foi isolado pela polícia (Foto: Severino Carvalho)
Local do crime foi isolado pela polícia (Foto: Severino Carvalho)

Atualizado às 12h25

A adolescente Andreza Maria da Silva, 14 anos, foi assassinada a facadas, por volta das 8 horas desta quinta-feira (19), no Assentamento Amor, zona rural de São Luís do Quitunde, na região Norte de Alagoas. Segundo relatos de familiares, ela estava grávida, com aproximadamente dois meses de gestação.

A vítima morava com os avós, um primo, um tio e a irmã de 11 anos. Foi acolhida depois que a mãe dela perdeu a guarda dos filhos. Todos haviam saído de casa nesta manhã, à exceção do tio de 22 anos que é deficiente físico. Ele se encontrava no quarto no momento do crime.

A adolescente foi surpreendida dentro do banheiro, onde fazia faxina, e morta a facadas. Há sinais de que houve luta corporal no ambiente. O primeiro a chegar ao local foi o primo de Andreza. Ele tem 17 anos de idade e disse que viu um homem de camisa preta – não identificado – nas proximidades da residência.

Ao entrar na casa pela porta dos fundos, que estava totalmente aberta, o adolescente encontrou a prima morta no banheiro. O aparelho de som da residência estava ligado em alto volume e o chuveiro aberto, a molhar a vítima. Policiais civis e militares se deslocaram ao Assentamento Amor para realizar as primeiras diligências.

O chefe de Operações Policiais, Nazário da Silva, acionou os Institutos de Criminalística (IC) e de Medicina Legal (IML). O local do crime foi isolado. O inquérito policial ficará a cargo do delegado de São Luís do Quitunde, Gustavo Pires de Carvalho. Andreza nunca revelou para a família quem seria o pai da criança que aguardava. Ela namorava um adolescente que reside no mesmo assentamento, mas o relacionamento foi rompido há cerca de três meses. Segundo a Polícia Civil, ainda não há pistas sobre a autoria do crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *