Acusados de matar pescador em ritual de magia são presos em Maceió

Jôsi e Lilian foram presas em Maceió (Foto: reprodução)
Prisões de Jôsi e Lilian aconteceram em Maceió (Foto: reprodução)

Policiais civis da delegacia de São Miguel dos Milagres prenderam, na quinta-feira (3), em Maceió, em uma casa localizada no bairro da Jatiúca, Josivan Vicente dos Santos, homossexual conhecido como “Jôsi”, e Lilian Maria dos Santos Araújo. Eles são acusados de matar, durante um ritual de magia, o pescador José Clivanildo Santos Lima, 36 anos.

De acordo com o chefe de Operações Policiais, Gustavo Henrique da Silva Barreto, o crime, que chocou o município, aconteceu no dia 8 de dezembro do ano passado, dentro da residência de Josivan, no Alto da Boa Vista, em São Miguel dos Milagres, Litoral Norte de Alagoas, onde também residia Lilian Maria.

Segundo o policial, Clivanildo Santos foi sacrificado durante um ritual de magia conduzido por Josivan, que se diz pai de santo. Conforme apurou o inquérito presidido pelo delegado municipal, Dalmo Lima Lopes, o pescador foi atraído ao terreiro para uma bebedeira e, ao ficar desacordado, teve o pescoço perfurado com uma faca e sangrou até a morte.

O corpo foi levado em um carro de mão e jogado a cerca de 100 metros da residência. Populares o encontraram pela manhã, num terreno baldio, em meio ao lixo. Josivan e Lilian deixaram a cidade logo após o crime. O delegado pediu a prisão temporária dos acusados, que foi expedida pelo juiz da Comarca, Henrique Gomes de Barros Teixeira.

A prisão aconteceu por volta das 9h30 dessa quinta-feira (3). Os policiais Gustavo Henrique e Vicente Higino montaram campana em uma rua do bairro da Jatiúca, em carro descaracterizado.

Josivan foi preso quando chegava à residência; Lilian, detida no interior da casa e levada ao Presídio Santa Luzia. Os policiais conduziram Jôsi à Casa de Custódia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *