Professora morre após se sentir mal em sala aula

Luto: aulas no campus Ifal de Maragogi foram suspensas e só retornam na próxima semana (Foto: Severino Carvalho)
Luto: aulas no campus Ifal de Maragogi foram suspensas e só retornam na próxima semana (Foto: Severino Carvalho)

Atualizada às 19h02

A professora do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) Terezinha Ferreira Xavier, 34 anos, morreu após se sentir mal e desmaiar em sala de aula no campus Maragogi, na manhã desta quinta-feira (24), por volta das 9 horas. Segundo o medico Márcio Mota, que a atendeu na Unidade Mista de Saúde, a mulher sofreu uma parada cardiorrespiratória, após apresentar quadro de arritmia cardíaca.

“Estamos todos chocados com o que aconteceu”, lamentou o diretor do campus Ifal Maragogi, Dácio Camerino, que decretou luto de três dias na instituição. As aulas foram suspensas e só serão retomadas na próxima segunda-feira. O clima entre os alunos e funcionários é de comoção.

A professora havia acabado de entrar em sala de aula, quando se sentiu mal e desmaiou. Os alunos gritaram por socorro e funcionários do Instituto a levaram às pressas num veículo do Ifal até a Unidade Mista de Saúde de Maragogi.

“Tentamos reanimá-la, mas a arritmia provocou uma parada cardiorrespiratória e ela, infelizmente, veio a óbito”, descreveu o médico.

Professora do curso de Agroecologia do Ifal de Maragogi,Terezinha era agrônoma, doutora na área de solos.O corpo dela foi conduzido no carro de uma funerária de Maragogi ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO) em Maceió, que vai atestar a causa da morte.

Após a liberação, o corpo será levado ao Recife (PE), onde acontece o velório nesta sexta-feira (25). Em seguida, o corpo seguirá para sepultamento na terra natal de Terezinha, Adrianópolis (CE), a 300 km de Fortaleza.

Nesta tarde, o site do Ifal comunicou a morte da servidora. “A docente teve um mal súbito ao ministrar aula no Campus Maragogi, foi levada ao hospital onde foi diagnosticado um infarto, mas não resistiu”, informou a página eletrônica do Instituto.

One thought on “Professora morre após se sentir mal em sala aula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *