Baleia encalha morta no litoral de Maragogi

Baleia encalhou na barreira de corais com muitos ferimentos (Foto: Emerson Gutenberg / cortesia)
Baleia encalhou nos corais submersos com muitos ferimentos (Foto: Emerson Gutenberg / cortesia)

Atualizado às 17h20

Uma baleia foi encontrada, na manhã desta quinta-feira (7), encalhada nos arrecifes de coral localizados a cerca de quatro quilômetros da costa de Barra Grande, distrito de Maragogi, Litoral Norte de Alagoas.

Segundo o instrutor de mergulho Paulo Florido Filho, trata-se de um exemplar de jubarte. O animal apresentava vários ferimentos pelo corpo. A imagem que ilustra esta matéria foi feita e cedida pelo mergulhador Emerson Gutenberg, nesta manhã.

Segundo Florido, que também esteve no local do encalhe, o mergulhador já encontrou a baleia morta. Segundo relatos de pescadores, o mamífero ainda estaria com vida quando se engastou na barreia de coral, no dia anterior. E deve ter ido a óbito em razão dos cortes que apresenta pelo corpo.

“Com a maré enchendo, certamente a baleia vai bater na praia de Ponta de Mangue”, acredita Florido.

Esse foi o segundo encalhe de baleia em menos de um mês no Litoral Norte de Alagoas. No dia 11 de julho, uma jubarte com aproximadamente 13 metros de comprimento, cuja espécie (Megaptera novaeangliae) encontra-se ameaçada de extinção, encalhou morta na praia do Toque, em São Miguel dos Milagres.

Maior

E a estimativa de Florido estava correta. À tarde, com a maré alta, o animal acabou sendo levado pelas correntes marinhas para a praia de Ponta de Mangue, quando se percebeu que a baleia tem, na verdade, 15 metros de comprimento e não 10 metros como se imaginava. Quando foi avistada inicialmente, estava com parte do corpo submersa. Técnicos do Centro de Mamíferos Aquáticos (CMA) foram acionados e chegaram ao local.

Eles agiram seguindo os protocolos da Rede de Encalhe de Mamíferos Aquáticos do Nordeste (Remane) que consistem, dentre outras ações, marcar a área, tentar identificar a causa da morte, medir o animal, definir o sexo e estabelecer as causas que levaram ao encalhe. Uma retroescavadeira foi solicitada à prefeitura de Maragogi, com objetivo de enterrar o bicho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *