Com promessa de quebra-molas, pista é liberada

Familiares e amigos de adolescente morto interditaram a pista (Fotos: Severino Carvalho)
Familiares e amigos de adolescente morto interditaram a pista (Fotos: Severino Carvalho)

Depois de quase quatro horas de interdição, a AL-105, em Matriz do Camaragibe, foi desbloqueada às 14h15 desta segunda-feira. O tráfego de veículos voltou a fluir depois que os manifestantes receberam do engenheiro do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Vicente Oliveira, a promessa de que, em 15 dias, o trecho da rodovia estadual receberá dois quebra-molas e a devida sinalização.

A manifestação teve início por volta das 10 horas e foi promovida por amigos e familiares do estudante José Nicolas Laurindo do Santos, 13 anos, que morreu atropelado no último domingo na AL-105, nas proximidades do Centro Juvenil Dom Bosco. Após o sepultamento do adolescente, o grupo ateou fogo em pneus e galhos e interditou a rodovia.

Há um ano e sete meses, o avô de Nicolas também morreu vítima de atropelamento no mesmo trecho. “Vamos esperar os 15 dias. Se o DER não cumprir a promessa, quebraremos a pista”, prometeu Andressa da Silva, prima da vítima.

Segundo ela, os moradores já fizeram um abaixo-assinado com 600 assinaturas, mas nenhuma providência foi adotada no sentindo de instalar redutores de velocidade na AL-105.

Prisão

Dupla foi presa durante protesto portando armas de fogo e um revólver de brinquedo
Dupla foi presa durante protesto portando armas de fogo e um revólver de brinquedo

Durante o protesto, dois homens foram presos por policiais do 6° Batalhão de Polícia Militar (6° BPM), que acompanhavam a manifestação. Os pernambucanos Paulo Sérgio Barbosa de Oliveira, 21 anos, e Gustavo Nadaby Messias Fragoso, 22, portavam dois revólveres (calibres 22 e 38) municiados e uma arma de brinquedo.

Por causa do bloqueio de pista, eles ficaram impedidos de seguir viagem entre Recife e Maceió, quando foram abordados por uma guarnição do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes). Os policiais receberam uma denúncia de que a dupla estava armada.

Paulo Sérgio e Gustavo Nadaby foram conduzidos à delegacia regional de Polícia Civil onde foram autuados em flagrante pelo delegado Belmiro Cavalcante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.  Os acusados estavam no veículo Gol de placa KMA-8668/PE, que ficou apreendido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *