Promotor de Justiça vai pedir bloqueio de contas da prefeitura

Promotor instaurou inquérito para apurar o não repasse de recursos ao fundo de previdência própria (Foto: Carlos Rosa)
Promotor avalia situação de aposentados e pensionistas do Iprev (Foto: Carlos Rosa)

O promotor de Justiça da Comarca de São Luís do Quitunde, Jorge Luiz Bezerra da Silva, revelou, em entrevista ao jornal Gazeta de Alagoas, edição desta quarta-feira (14), que vai pedir, ainda hoje, o bloqueio das contas da prefeitura para forçar a gestão pública municipal a honrar com os pagamentos dos salários dos servidores da Educação, dentre outras pendências.

Segundo ele, já existe uma ação civil pública interposta com esse propósito, cuja liminar foi concedida pela Justiça em favor dos trabalhadores.

“Pediremos o bloqueio das contas justamente pelo descumprimento da liminar que exige o pagamento de todos os salários atrasados”, afirmou o promotor de Justiça.

Segundo os servidores, a prefeitura ainda não pagou os salários de dezembro de 2014, o retroativo referente à data-base da categoria (março), cujo reajuste só saiu em agosto de 2014, além do 13º salário integral aos professores que atuam 40 horas.

Aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência Própria (Iprev) também alegam que não receberam seus proventos referentes ao mês de dezembro de 2014. Neste caso, o promotor pretende se reunir, ainda hoje, com os representantes do Iprev para saber se há dinheiro em caixa para efetuar os pagamentos. Caso contrário, Jorge Bezerra disse que também pedirá o bloqueio de contas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *