Preso acusado de roubar policiais em delegacia

Noel voltou à delegacia algemado e foi autuado por furto qualificado (Foto: Policia Civil)
Noel voltou à delegacia algemado e foi autuado por furto qualificado (Foto: Policia Civil)

A vida do trabalhador rural Noel Emílio Silva de Oliveira, 24 anos, virou de cabeça para baixo. Ele procurou a 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil (8ª  DRPC), em Matriz do Camaragibe, para prestar queixa de um assalto em que fora a vítima. Retornou horas depois algemado, autuado por furto qualificado, na manhã deste domingo.

Noel é acusado de furtar dois óculos e um relógio do alojamento dos policiais civis da 8ª DRPC, onde ingressou para se aliviar ao sanitário, após prestar queixa do assalto que sofrera.

“Em 42 anos de polícia, nunca vi coisa parecida. Ele pediu para ir ao banheiro e abusou da confiança dos policiais para praticar o furto”, declarou o delegado de Polícia Civil de Maragogi, Edinaldo Marques, de plantão naquela Regional.

Noel compareceu à delegacia levado por policiais militares que tinham prendido o acusado de assaltá-lo: Claudeano Vicente dos Santos, 25. Este foi preso e autuado em flagrante. Segundo delegado, Claudeano já respondia por roubo em dois inquéritos instaurados e tinha um mandado de prisão preventiva em aberto, expedido pela Comarca de Maragogi.

Após os procedimentos para registrar a ocorrência em que Noel fora a vítima, os policiais civis notaram a falta dos objetos no alojamento e recordaram que a única pessoa estranha que havia ingressado no cômodo foi o trabalhador rural. Os agentes foram até a casa do acusado, na Rua do Canto, em Matriz, e as suspeitas se confirmaram: eles encontraram os óculos e o relógio furtados.

Levado à delegacia, Noel foi atuado em flagrante por crime de furto qualificado. “Ele alegou que estava bêbado no momento em que cometeu o delito, mas, isso não é justificativa. O que aconteceu seria cômico, se não fosse trágico”, disse o delegado.

One thought on “Preso acusado de roubar policiais em delegacia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *