Preso acusado de estuprar duas adolescentes

xxxxxxx
Polícia reforça segurança em frente à delegacia de Novo Lino, onde acusado está preso (Fotos: jgnoticias.com)

Reginaldo Estevão da Silva, 28 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira, em Novo Lino, a 100 km de Maceió, acusado de estuprar duas adolescentes de 15 e 17 anos de idade. Ele teria conduzido as vítimas para uma canavial onde permaneceu durante toda a noite, mantendo-as amarradas e praticando os abusos.

Pela manhã, populares ouviram os gritos de socorro e acionaram a guarnição da Polícia Militar de Colônia Leopoldina, que efetuou a prisão.

“O acusado disse na delegacia que não consumou o ato, mas as adolescentes afirmam que foram estupradas. Independentemente disso, o crime de estupro ficou configurado”, disse o agente de Polícia Civil Alexandre Souza.

De acordo com ele, as vítimas serão encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) de Maceió onde serão submetidas a exame de conjunção carnal. As adolescentes contaram que retornavam da casa de uma amiga, quando foram abordadas por Reginaldo na Rua Alferes Baraúna. Elas foram levadas para um canavial que fica próximo à zona urbana, onde permaneceram em poder do acusado durante toda a noite, sendo abusadas sexualmente.

xxxxxx
Reginaldo sofreu tentativa de linchamento e foi preso

Por volta das 6 horas desta sexta-feira, populares ouviram os gritos e prestaram socorro às vítimas. Eles tentaram linchar Reginaldo, que sofreu agressões por todo o corpo. A Polícia Militar foi acionada e efetuou a prisão.

O acusado foi conduzido à delegacia regional de Novo Lino, onde será autuado pelo delegado Jorge Barbosa por crime de estupro e, em seguida, transferido à carceragem da delegacia de Colônia Leopoldina.

O xadrez da delegacia de Novo Lino está interditado por falta de segurança. Revoltados, populares e familiares se aglomeram em frente à unidade de Polícia Civil. Eles clamam por justiça. 

One thought on “Preso acusado de estuprar duas adolescentes

  1. A Legislação Penal Brasileira prevê que o Réu deve ser preso e aguardar a tramitação do PROCESSO até a data de seu julgamento. Mas não especifica que Réu necessariamente deve ficar em cela isolada. Então é óbvio que este elemento deva ser colocado em cela coletiva para receber as boas vindas de seus companheiros de confinamento. Caso o Juiz de Execuções Penais determinar que este Réu após a condenação cumpra a pena em uma cela sua isolada para que ele não faça mais VÍTIMAS dentro do SISTEMA PRISIONAL, ficará a critério dele. Será que este verme fará mais vitimas dentro do presidio? caso contrario se os colegas de cela aprontar alguma com ele, legalmente não se constituirá uma Violação de Direitos Humanos, afinal a violação de direitos humanos somente ocorrerá se houver a participação de Agentes do Estado diretamente contra o tal BARRÃO, do contrario é pura delinquência comum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *