Esgoto da Casal invade ruas da cidade

Na Rua Padre José Wenekes, esgoto jorra do poço de visita da Casal e invade a via (Foto: Severino Carvalho)
Na Rua Padre José Wenekes, esgoto jorra do poço de visita da Casal e invade a via (Foto: Severino Carvalho)

As ruas de Maragogi, no Litoral Norte de Alagoas, foram tomadas, na manhã desta quinta-feira (19), pelo esgoto que vazou da rede pertencente à Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). As ruas Padre José Wenekes e Pedro de Melo, no centro da cidade, bem como as vias do Conjunto Virgem dos Pobres foram alagadas pelo líquido fétido que sai dos poços de visita (bocas de lobo).

“Já faz cinco dias que está assim. Não foi a primeira, nem a segunda e não será a última, porque já cobramos providências à Casal e esse problema nunca é resolvido”, afirmou a dona de casa Lúcia Maria Dias, 59 anos, que mora na Rua Pedro de Melo.

Esta manhã, ela trancou o portão de ferro a cadeado para evitar que os netos tinham acesso à rua e entrem em contato com a água contaminada.

A rua Padre José Wenekes também amanheceu alagada pelo esgoto que jorra de um poço de visita da Casal. O problema ali é recorrente. Sem ter para onde escoar, a água acaba invadindo a galeria pluvial e contaminando o mangue localizado do outro lado da rodovia AL-101 Norte.

“Fica uma catinga que não tem quem aguente”, lamentou o motorista Manoel Acioly Wanderley, morador da Rua do Centenário, paralela à Padre José Wenekes. “Basta chover um pouquinho que o esgoto transborda”, destaca. O escritório da Casal em Maragogi informou que o vazamento foi provocado por um curto-circuito no quadro de comando da estação elevatória III, no conjunto Virgem dos Pobres, onde as ruas também foram alagadas.

Como se trata de rede elétrica de alta tensão, técnicos da Casal foram acionados e se deslocam a Maragogi para fazer os reparos e restabelecer o sistema de esgotamento sanitário.  Sobre o vazamento do esgoto nos dias anteriores, a Casal esclarece que isso acontece devido à sobrecarga do sistema, que ocorre geralmente quando a cidade fica lotada, a exemplo do carnaval e feriados prolongados.

A Casal também aponta o uso inadequado do sistema por algumas pessoas que lançam materiais que não deveriam ser jogados nela. Para corrigir isso, a Casal informa que está realizando manutenções preventivas na rede.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *