Em noite violenta, dois são mortos em Maragogi

Um dos homicídios foi registrado na Favela do Risca Faca, comunidade marcada pela violência (Foto: Gazeta de Alagoas)
Um dos homicídios foi registrado na Favela do Risca Faca, comunidade marcada pela violência (Foto: Gazeta de Alagoas)

A noite de sexta-feira em Maragogi, no Litoral Norte de Alagoas, foi marcada pela violência. O município registrou dois crimes de homicídio: um no povoado de Ponta de Mangue e outro na favela do Risca Faca. Nos dois casos, nenhum dos autores foi preso pela polícia.

O primeiro crime aconteceu no povoado de Ponta de Mangue, por volta das 18h30. Josenildo Ribeiro da Silva, 27 anos, natural de Jaboatão dos Guararapes (PE), foi interceptado, quando circulava de bicicleta, por dois homens em uma moto.

O ocupante do banco do carona efetuou os disparos de arma de fogo contra a vítima. Em seguida, desceu da moto e desferiu diversos golpes de faca, deixando-a encravada no pescoço de Josenildo.

Policiais civis e militares estiveram no local do crime, realizaram buscas, mas os autores não foram identificados. Segundo informações repassadas pelo 6° Batalhão de Polícia Militar (6° BPM), Josenildo era dependente químico e estaria envolvido com o tráfico de drogas.

O segundo homicídio registrado em Maragogi aconteceu às 23h30 na estrada de acesso à favela do Risca Faca, um dos maiores aglomerados subnormais do município litorâneo. A comunidade ganhou essa denominação por conta dos altos índices de violência ali registrados.   

O servente de pedreiro Cícero Benedito José dos Santos, 38, foi atingido com seis disparos de revólver calibre 38. Ele havia discutido, dentro de um bar, com um homem identificado apenas como “Jackson”, principal suspeito. Quando deixava o Risca Faca em um motocicleta de 50 cilindradas, Cícero foi baleado. Ele chegou a ser socorrido por uma ambulância e conduzido à Unidade Mista de Saúde Maragogi, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O autor dos disparos fugiu.

Em Japaratinga, Daniel da Silva, 38, sofreu tentativa de homicídio às 19 horas, no Sítio Carvão, povoado do Boqueirão. De acordo com o 6°BPM, a vítima foi atingida com diversos golpes de arma branca (facão) pelo indivíduo identificado como Sandro Mário que, após o crime, fugiu. Daniel foi socorrido e encaminhada ao Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *