Dupla furta moto de depósito da PM e acaba presa

Criminosos arrombaram o portão que protegia o depósito do Pelotão da PM em Matriz (Foto: Severino Carvalho)
Criminosos arrombaram o portão que protegia o depósito do Pelotão da PM em Matriz (Foto: Severino Carvalho)

Dois homens foram presos em flagrante, na madrugada deste sábado, após furtarem uma moto de 150 cilindradas que estava apreendida no depósito do Pelotão de Polícia Militar (PM) de Matriz do Camaragibe, a 80 quilômetros de Maceió. Marcos Paulo Souza Silva e Jorge Augusto Silva Santos foram autuados em flagrante pelo delegado regional, Belmiro Cavalcante, acusados de crime de furto.

De acordo com o delegado, a dupla chegou, por volta das 2 horas, ao Pátio do Mercado, no centro da cidade, onde fica localizado o prédio do Pelotão. Eles estavam em uma moto ciquentinha (50 c.c.). A sede da PM funciona em imóvel localizado no primeiro andar, sobre a agência do Banco do Brasil (BB).

No piso, existe um corredor usado pela PM como depósito para motos apreendidas durante as operações policiais. Este cômodo é protegido por um portão de ferro que foi arrombado pelos criminosos. “O portão estava fragilizado por causada da ferrugem. Eles conseguiram quebrar, entrar e furtar a moto”, contou Belmiro.

O que a dupla não esperava era que dois policiais percebessem a ação por causa do barulho que fizeram para quebrar o portão. Os criminosos tentaram fugir, mas a ciquentinha enguiçou. Eles também não conseguiram dar partida na moto furtada e acabaram presos pelos policiais. Os acusados foram conduzidos à delegacia regional, onde foram autuados em flagrante.

Segundo Belmiro, Marcos Paulo, que é de Matriz do Camaragibe, já respondia em liberdade pelo crime de tráfico de drogas. Jorge Augusto é procedente de Riacho Doce, em Maceió, e estava residindo em Matriz há poucos meses. Ainda de acordo com o delegado, Marcos Paulo é o dono da moto usada por dois assaltantes para o cometimento de roubos em Japaratinga, crimes ocorridos em abril. Numa daquelas ações, os bandidos perseguidos pela polícia caíram numa ribanceira com cerca de 30 metros de altura, mas conseguiram escapar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *