Comerciante é executado a tiros em Porto Calvo

Baterias foram furtadas no ano passado da torre de telefonia móvel em Matriz do Camaragibe (Foto: Severino Carvalho)
Baterias foram furtadas no ano passado da torre de telefonia móvel, em Matriz do Camaragibe (Foto: Severino Carvalho)

O comerciante Iran da Costa Santos Júnior, 22 anos, foi executado a tiros, às 20 horas de sexta-feira (30), na Rua do Sol 1, em Porto Calvo, região Norte do Estado. As polícias Civil e Militar ainda não têm pistas sobre a autoria do homicídio.

Mais conhecido como “Júnior Gordo”, ele foi surpreendido e morto quando guardava o equipamento de som automotivo (paredão) nas proximidades de uma pousada e de um posto de combustível, à margem da AL-465. Segundo testemunhas, os assassinos fugiram em um veículo não identificado.

Em agosto do ano passado, Júnior Gordo foi preso, acusado de furtar 13 baterias e diversos equipamentos de telecomunicação da torre de telefonia móvel da empresa Oi / Telemar, localizada em Matriz do Camaragibe.

Ele era dono de uma equipadora de som automotivo situada em Porto Calvo e as baterias furtadas seriam vendidas, segundo a Polícia Civil, a donos de paredões, potentes equipamentos sonoros utilizados em festas e competições.

2 thoughts on “Comerciante é executado a tiros em Porto Calvo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *