Aposentado é assassinado em São Luís do Quitunde

Delegado Ailton Prazeres instaurou inquérito e começa a ouvir depoimentos ainda esta semana (Foto: Arquivo / Gazeta de Alagoas)
Delegado Ailton Prazeres instaurou inquérito e começa a ouvir depoimentos ainda esta semana (Foto: Arquivo / Gazeta de Alagoas)

O aposentado Luiz João da Silva, 61 anos, conhecido como “Rato”, foi executado com 12 tiros de pistola na estrada vicinal que dá acesso à Fazenda Castainha, na zona rural de São Luís do Quitunde, região Norte de Alagoas. A Polícia Civil ainda não tem pistas sobre a autoria do crime, ocorrido por volta das 15 horas de terça-feira (02).

O crime está sendo investigado pelo delegado de São Luís do Quitunde, Ailton Prazeres, que instaurou inquérito. O chefe de Operações Policiais, Dovirlei de Almeida, disse que Luiz João pode ter reagido a uma tentativa de assalto e acabou assassinado no caminho de volta para casa. Outra hipótese é de crime de execução.

“A vítima tinha acabado de chegar de Maceió, onde recebeu o dinheiro de sua aposentadoria. A quantia de R$ 1.450 estava no bolso dele, não foi roubada”, revelou o agente de Polícia Civil.

O delegado de São Luís do Quitunde começa a ouvir, ainda esta semana, os depoimentos de familiares do homem, encontrado morto numa estrada vicinal de acesso à fazenda onde morava. “Falamos com os parentes dele que garantiram que a vítima não tinha inimigos declarados”, acrescentou Dovirlei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *