Cinema de graça em Colônia Leopoldina

Projeto completa uma década e já percorreu 20 municípios (Fotos: assessoria)
Projeto completa uma década e já percorreu 20 municípios (Fotos: assessoria)

Com assessoria

O Cine Sesi Cultural está completando dez anos de estrada levando a sétima arte para cidades do interior do Brasil que não possuem salas de cinema ou cujas salas encontram-se desativadas. Em Alagoas, o projeto chegou à oitava edição, que neste final de semana, de 25 a 27 de abril, contempla o município de Colônia Leopoldina com sessões gratuitas na Praça D. Pedro II.

Foram 20 municípios contemplados com exibições desta edição do projeto.Na programação, serão projetados três curtas nacionais e três longas-metragens, sendo dois brasileiros e uma produção internacional com cópia cedida especialmente para o projeto pela Disney (Enrolados), com exibições começando sempre às 18h30. O Cine Sesi Cultural é realizado pelo SESI e idealizado pela diretora de criação Lina Rosa Vieira.

Esta oitava edição do Cine Sesi Cultural iniciou em novembro de 2013. E já esteve em Satuba, Porto de Pedras, Santa Luzia do Norte, Japaratinga, Jacuípe, Maribondo, Campestre, Carneiros, Girau do Ponciano, Novo Lino, Inhapi, Jaramataia, Paulo Jacinto, Estrela de Alagoas, Coité do Nóia, Chã Preta, São Brás, Penedo e Coqueiro Seco. O Cine Sesi é uma espécie de “cinema de guerrilha”, sendo um projeto vanguardista na iniciativa de levar projeções cinematográficas a lugares que não possuem salas de cinema em funcionamento.

Algumas cidades por onde o projeto passou tiveram suas salas de cinema reativadas, como o município alagoano de Quebrangulo, terra natal de Graciliano Ramos e das cidades de Pirapora (MG), Salgueiro (PE), Triunfo (PE) e Garanhuns (PE). Entre 2002, quando foi criado, até hoje, o projeto já passou por 603 cidades do interior – algumas dessas cidades mais de uma vez – de 11 estados do País, atingindo um público de mais de quatro milhões de pessoas.

Os filmes são exibidos ao ar livre em área cedida ao Sesi, em acordo com a prefeitura local. Como cinema combina com pipoca, serão distribuídos sacos de pipoca para o público. “Ao proporcionar a experiência cinematográfica dentro da comunidade, o Cine Sesi comprova que há espaço para a inserção de equipamentos que tornem as exibições periódicas.

O projeto tem como intenção ainda proporcionar ao interior do País, que tanto inspira as produções de cinema nacional, a possibilidade de se enxergar na grande tela, num belo espelho de culturas, cenários, histórias e personagens semelhantes ao povo do lugar; além de abrir a possibilidade para uma viagem inusitada diante de outras experiências e lugares”, reflete Lina Rosa.

Em cada um dos três dias de exibição serão apresentados um curta e um longa-metragem. Em Colônia Leopoldina, nesta sexta-feira, o público confere o curta-metragem Vida Maria (CE), e o longa O Bem Amado (RJ); no sábado, o curta Águas de Romaza (CE) e o longa Colegas (SP)e no domingo, um curta da Oficina de Animação do Cine Sesi, o curta Leonel Pé de Vento (RS) e o longa Enrolados (EUA).

Filmes são exibidos ao ar livre
Filmes são exibidos ao ar livre

QUALIDADE TÉCNICA – Os filmes são exibidos em projetor de 35mm. O som possui três vias de dois mil watts e projetor Hi-Light Xenon de dois mil watts, além de cinemascope, o que permite boa visualização e audição a uma distância de até 25 metros. Tudo isso garante o elevado padrão de qualidade técnica e de conteúdo das projeções.

CRITÉRIOS DA CURADORIA – A escolha dos longas é pautada pelas seguintes exigências: filmes com bom padrão de qualidade técnica e de conteúdo, tendo a sexta-feira como espaço para a comédia, o sábado voltado para a reflexão e o domingo para o encontro da família; além de filmes que ainda não foram exibidos em canais de TV abertos; filmes que fazem parte da produção de cinema nacional prioritariamente ou que valorizem profissionais brasileiros e filmes que caibam na indicação de todas as idades (levando em consideração o fato de as exibições serem ao ar livre).

SERVIÇO

Oitava Edição Cine Sesi Cultural em Alagoas

Onde: Colônia Leopoldina, na Praça D. Pedro II

Quando: dias 25, 26 e 27 de abril

Horário: a partir das 18h30

Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO

SEXTA-FEIRA (a partir das 18h30) – Curta-metragem Vida Maria (CE). Longa-metragem O Bem Amado (RJ).

SÁBADO (a partir das 18h30) – Curta-metragem Águas de Romaza (CE). Longa-metragem Colegas (SP).

DOMINGO (a partir das 18h30) – Curta-metragem da Oficina de Animação do Cine Sesi.  Curta-metragem Leonel Pé de Vento (RS). Longa-metragem Enrolados (EUA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *