Corpo de trabalhador rural é encontrado em Porto Calvo

Corpo encontrado à margem de estrada vicinal (Foto Severino Carvalho)
Corpo foi encontrado à margem de estrada vicinal (Foto Severino Carvalho)

O corpo do trabalhador rural Carlos André de Mendonça Lins, 36 anos, foi encontrado, na tarde desta quinta-feira, à margem de uma estrada vicinal na Fazenda Junco, zona rural de Porto Calvo, região Norte do Estado. A vítima apresentava perfurações provocadas possivelmente por arma de fogo e cortes de facão.

“Tudo indica que ele foi emboscado e morto”, avaliou o sargento da Polícia Militar (PM) Edmundo Souza. De acordo ele, a Companhia de Porto Calvo tomou conhecimento do achado de cadáver por meio de uma ligação anônima, por volta das 13 horas.

O policial acredita que o trabalhador rural foi assassinado na tarde de quarta-feira (07), quando retornava para casa, no Assentamento Boa União. Isso porque o cadáver já exalava odor. Ele morreu abraçado a uma mochila. Segurava, ainda, uma sombrinha e ao lado do corpo foi encontrado uma garrafa térmica.

Carlos André era assentado da reforma agrária, mas trabalhava no corte da cana-de-açúcar para uma usina situada em Matriz do Camaragibe. Casado, era pai de dois filhos e tio de um policial militar, que esteve no local onde corpo foi encontrado. Ele não sabe a quem atribuir o crime.

Até as 18 horas, o corpo permanecia à margem da estrada de barro, próximo a um canavial, à espera de recolhimento pelo Instituto Médico Legal (IML). O delegado de Porto Calvo, Rubens Cerqueira, informou que ainda não tem pistas que levem à autoria do assassinato. “Estamos iniciando as investigações”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *