Polícia encontra celulares e espetos em delegacia

Material apreendido estava nas celas da Delegacia Regional (Foto: Polícia Civil)
Material apreendido estava nas celas da Delegacia Regional (Foto: Polícia Civil)

Policiais civis encontraram, durante revista realizada na manhã desta quarta-feira (24), na carceragem da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil (8ª DRPC), em  Matriz do Camaragibe, quatro celulares, um carregador, duas serras e diversos espetos artesanais. A maior parte do material estava escondida no piso e nas paredes das celas.

“Os presos quebram a parede, colocam o celular dentro dela e depois pintam tudo”, revelou o agente de Polícia Civil, Bartolomeu Lins. De acordo com ele, os detentos já haviam serrado duas barras de ferro da cela de número cinco, na tentativa de fugir.

Não é a primeira vez que policiais encontram celulares, espetos e serras dentro da carceragem da Delegacia Regional. O prédio é palco de constantes fugas, tentativas e rebeliões. Desde o dia 6 de agosto que a unidade está proibida de receber presos de outras comarcas. A decisão é da juíza Soraya Maranhão.

A Delegacia Regional encontra-se, na atualidade, com 17 presos; 13 foram transferidos na terça-feira (23) ao presídio do Agreste. Segundo o delegado regional, Belmiro Cavalcante, a intenção é “zerar” a carceragem para que o Estado promova uma reforma geral, como exige a juíza da Comarca de Matriz do Camaragibe, que acatou ação civil pública movida pelo promotor de Justiça, Adriano Jorge Barros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *