Pivô de mal-estar entre PC e PM, Eliel é preso pela segunda vez

Eliel foi preso pela segunda vez em menos de uma semana (Foto: PM)
Eliel foi preso pela segunda vez em menos de uma semana (Foto: PM)

Policiais do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) prenderam, no fim da tarde de terça-feira (16), Eliel de Lima Aquino, 32 anos. Contra ele, existia um mandado de prisão preventiva por crime de furto qualificado, expedido pela Comarca de Porto de Pedras. Foi a segunda vez que o acusado foi detido em menos de uma semana.

Pivô de um mal-estar entre as polícias Civil e Militar, Eliel foi preso, desta feita, nas proximidades da Cacimba Pública, no centro de São Miguel dos Milagres e não demonstrou qualquer reação. Segundo o tenente Hugo César, o acusado foi entregue aos cuidados da delegacia de Polícia Civil de São Miguel dos Milagres, que, dessa vez, o recebeu.

Acontece que Eliel já havia sido preso na quinta-feira (11) pelos policiais do próprio 6º BPM. Naquela ocasião, o acusado conduzia uma moto em condições irregulares no Centro de São Miguel dos Milagres. Os militares verificaram, em seguida, que contra ele existia o mandado e efetuaram a prisão.

No relatório do 6º BPM, o qual a reportagem teve acesso, a PM alegou que os militares foram informados na delegacia de São Miguel dos Milagres que, por conta da greve da Polícia Civil, teriam de conduzir o acusado à Casa de Custódia em Maceió. E assim foi feito.

A guarnição da PM de São Miguel dos Milagres se deslocou 65 km até a capital alagoana, mas lamentou que a unidade prisional também não tenha recebido o preso, sob a alegação de que a competência seria da Comarca local. Sem ter onde custodiar o preso, a PM o pôs em liberdade. 

No sábado passado, o 6º BPM esclareceu, entretanto, que houve um mal-entendido e que o preso não foi recebido na Casa de Custódia porque o mandado de prisão contra ele ainda não constava no sistema de informações do Poder Judiciário e “para não cometer abuso de autoridade” teve de entregar o acusado “aos cuidados da família” dele, em São Miguel dos Milagres, colocando-o em liberdade.

A moto irregular ficou apreendida no pátio da corporação, sediada em Maragogi. O delegado regional, Valdir Silva de Carvalho, também negou, naquela oportunidade, que o preso tenha sido posto em liberdade em função da greve da Polícia Civil.

Ele explicou que a delegacia local não tem condições estruturais de receber presos e que a regional de Matriz do Camaragibe – superlotada com 30 detentos – está impedida pela Justiça de absorver presos de outras comarcas.

Dessa forma, o delegado regional, em conversa com o diretor do Departamento de Polícia Judiciária da Área 3 (DPJA-3), Carlos Reis, conseguiu uma vaga na Casa de Custódia para receber o preso. Esse será, novamente, o destino de Eliel. E dessa vez pra ficar.

One thought on “Pivô de mal-estar entre PC e PM, Eliel é preso pela segunda vez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *