Obra asfáltica em Maragogi deve ficar pronta até o fim do mês

Rua João Correia de Almeida já foi asfaltada (Foto: Carlos Rosa / Gazeta de Alagoas)
Rua José Buarque Sampaio já foi asfaltada (Foto: Carlos Rosa / Gazeta de Alagoas)

As obras de pavimentação asfáltica das ruas centrais de Maragogi, no Litoral Norte de Alagoas, devem ser concluídas até o fim deste mês. A previsão é do secretário municipal de Infraestrutura, Rildson José Aquino da Silva, o “Sinho”, em entrevista ao jornal Gazeta de Alagoas, edição desta sexta-feira (16). De acordo com ele, logo após a implantação do asfalto, será iniciada a instalação das placas de sinalização de trânsito em toda a cidade.

“Oitenta por centro da obra já foi realizada, falta pavimentar apenas algumas ruas transversais, um pedaço da Luiz Holanda e alguns pontos onde apareceram desníveis e galerias obstruídas. Isso já está sendo sanado e até o fim do mês a obra estará finalizada, já com o asfalto sinalizado. As placas serão instaladas logo em seguida”, afirmou o secretário.

A pavimentação asfáltica atingirá cinco quilômetros de ruas centrais de Maragogi. A obra, iniciada no dia 3 de novembro de 2014, está orçada em R$ 1.717.153,43, e integra o projeto de Requalificação Urbana da Área Central de Maragogi, executado pela Prefeitura Municipal. Os recursos são do Ministério do Turismo (Mtur).

As obras, entretanto, causam transtornos aos pedestres e motoristas. Nos horários de pico, os congestionamentos se avolumam no centro da cidade. A obra divide opiniões, embora a maioria prefira destacar os benefícios.

“O trânsito da cidade está um caos, principalmente porque é o mês que tem mais movimentação na cidade. É uma obra de extrema importância para o município, mas poderiam ter deixado para fazer em outro mês”, considerou o motorista Rodrigo de Almeida Soutinho.

“Essa obra vai ser muito boa para o município, principalmente porque a cidade vive do turismo”, afirmou o taxista Samuel Antônio da Silva. “Vai beneficiar a cidade. Os transtornos acontecem em toda a obra, mas passam”, considerou o vereador por Maragogi, José Bezerra Cavalcante Sobrinho (PSDB), o “Zezinho do Vane”, enquanto observava as máquinas e operários que trabalhavam no asfaltamento da Rua Luiz Holanda, no centro da cidade.

O vereador, entretanto, fez uma ressalva. “A obra deveria ser executada antes ou depois da temporada turística para evitar maiores transtornos”, observou Zezinho do Vane. Para minimizá-los, a prefeitura escalou oito guardas municipais por turno. Eles atuam no ordenamento do trânsito, orientando os motoristas e desviando o tráfego para dar maior fluidez.

Para a moradora Alcyone Pinto, o paralelepípedo é mais correto do ponto de vista ambiental e não acumula tanto calor como o asfalto. “A água da chuva é mais absorvida (com o paralelepípedo), evitando alagamentos. Também acho que o turista que vem visitar uma cidade do interior, praieira, se sentiria bem mais aconchegante em ruas que possuem paralelepípedos”, enfatizou ela, lembrando, ainda, que a pavimentação asfáltica necessita de reparos constantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *