Marchantes realizam protesto em São Luís do Quitunde

Pneus foram queimados em frente à prefeitura de São Luis (Foto: cortesia)
Pneus foram queimados em frente à prefeitura de São Luis (Foto: cortesia)

Marchantes de São Luís do Quitunde, na região Norte de Alagoas, realizaram, na manhã desta terça-feira (17), um protesto em frente à prefeitura. Os profissionais cobram da gestão municipal providências no sentido de reabrir o Matadouro Público, fechado desde agosto do ano passado pelo Ministério do Trabalho.

Segundo um dos manifestantes, identificado como Ricardo de Lima, o matadouro encontra-se lacrado desde então, o que só tem incentivado a matança clandestina de animais.

“Queremos que a prefeitura tome providências e reabra o matadouro. Até agora, só ouvimos conversa e nada de efetivo foi feito”, reclamou.

Na quinta-feira da semana passada, uma operação do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) flagrou pontos de abate clandestino de animais, sobretudo bovinos, em São Luís do Quitunde. A carne seria vendida para o consumo humano na cidade.

A ação contou com o apoio de equipes do Ministério Público do Estado de Alagoas (MP-AL), Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) e do Instituto do Meio Ambiente (IMA).

Na manhã desta terça-feira, cerca de 30 marchantes queriam ser recebidos pelo prefeito de São Luís do Quitunde, Eraldo Pedro (PMDB), mas ele não se encontrava no município. Revoltados, os manifestantes se concentraram em frente à prefeitura e queimaram pneus. Policiais do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) foram acionados.

Estudantes do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), que moram no município, também estiveram na prefeitura para reivindicar melhorias no transporte escolar até o campus sediado em Maragogi. Segundo o aluno Alisson Felipe Santos, os alunos se afastaram da confusão e acompanharam a manifestação dos marchantes à distância.

 

One thought on “Marchantes realizam protesto em São Luís do Quitunde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *