Jornalista do Paraná e esposa são assaltados na praia de Carro Quebrado

Antes do assalto, jornalista cedeu uma das imagens do Litoral de Milagres ao empresário Gilson Neto (Foto: cortesia)

Um jornalista paranaense de 43 anos de idade e a esposa dele, de 35, foram assaltados na tarde de sábado (25) numa estrada vicinal de acesso à praia de Carro Quebrado, em Barra de Santo Antônio, Litoral Norte do Estado. O repórter fotográfico estava em Alagoas desde o dia 21, captando imagens do litoral para ilustrar um livro; ficaria até esta quarta-feira (29), mas teve de abreviar a viagem.

Armados, dois assaltantes roubaram todo o equipamento fotográfico do jornalista, avaliado em mais de R$ 50 mil, além de celulares, relógios, R$ 3 mil em dinheiro, documentos pessoais dele e da esposa, dentre outros pertences.

Já em Curitiba, eles falaram por telefone com a GazetaWebMaragogi, mas pediram para não ser identificados.

“Estamos traumatizados”, desabafou a mulher, que é empresária. “Desde que chegamos a Curitiba ontem (domingo) que não conseguimos dormir direito. A todo instante nos vêm as cenas dos assaltantes, das ameaças. Pensávamos: vão nos matar”.

Depois de fotografar os litorais de Porto de Pedras e de São Miguel dos Milagres, o casal seguiria para o Litoral Sul de Alagoas, até a foz do Rio São Francisco. Antes de prosseguir, porém, havia a bela praia de Carro Quebrado, com suas falésias, que não podia ficar de fora do roteiro.

“Fizemos as fotos, tomamos água de coco e, ao regressarmos, cerca de 10 minutos depois, já na estrada de barro, ao passar por um canavial, fomos abordados por um carro branco – um Onix ou um Gol – com dois homens dentro”, recordou ela.

Com arma em punho, um dos criminosos anunciou o assalto. Após a interceptação do carro, o casal foi levado para um local afastado da estrada, onde foi feita a devassa nos pertences. A dupla agiu sem nenhum disfarce.

As vítimas foram deixadas amarradas por uma corda. “Eles levaram nossos cartões bancários e disseram que se não tivesse dinheiro em nossas contas, voltariam para nos matar. Mas meu marido conseguiu se soltar. Ficou com o punho ferido de tanto forçar as cordas”.

O casal vagou a pé por cerca de 30 minutos. O carro em que estavam foi deixado sem as chaves. Eles encontraram ajuda com um caminhoneiro, que os levaram até o posto policial de São Luís do Quitunde. De lá, ligaram para o empresário Gilson Neto, dono de uma pousada em que ficaram hospedados em Milagres e que prestou assistência às vítimas.

O casal informou que prestou queixa numa das centrais de flagrantes, em Maceió, e regressou a Curitiba no domingo (26). Os bandidos fugiram sem deixar pistas.

“A viagem estava maravilhosa. Meu esposo tinha feito fotos fantásticas. Todos os dias, acordávamos de madrugada para fotografar o nascer do sol. Infelizmente, apareceram esses assaltantes e nos roubaram tudo”, lamentou.

2 thoughts on “Jornalista do Paraná e esposa são assaltados na praia de Carro Quebrado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *