Delegado de Maragogi indicia motorista que atropelou irmãos

Caminhão estava carregado com ferro-velho (Foto: Gazeta de Alagoas)
Caminhão estava carregado com ferro-velho (Foto: Carlos Rosa / Gazeta de Alagoas)

Atualizado às 15h38

O delegado de Maragogi, Thiago Prado, indiciou, nesta terça-feira (18), pelos crimes de homicídio culposo (sem a intenção de matar) e lesão corporal o motorista Erivaldo Silva Romão, 31 anos. Ele é acusado de atropelar dois irmãos: um de 11 e outro de 10 anos de idade. Este morreu e aquele ficou gravemente ferido.

Segundo o delegado, Erivaldo, que reside em Sirinhaém (PE), fugiu do local do atropelamento e não prestou socorro às vítimas, por isso o indiciamento foi agravado pela omissão de socorro.

Se condenado poderá cumprir pena de até 6 anos de detenção. O inquérito foi concluído e remetido à Justiça. O condutor do caminhão se apresentou ao delegado em 12 de novembro, seis dias após o atropelamento.

Como fugiu do flagrante, responde aos crimes em liberdade. O atropelamento aconteceu na tarde do dia 6 deste mês. As crianças brincavam no acostamento da rodovia AL-101 Norte, nas imediações do Conjunto Tereza Verzeri (Aviário), quando Erivaldo engatou a marcha à ré para manobrar o caminhão Mercedes Benz, de cor vermelha, placa BSG – 0717/SP. O veículo pesado estava carregado com ferro-velho e atropelou os irmãos. O condutor alegou em depoimento que não viu os meninos.

Leandro Santos Campos, 10 anos, ainda chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho da Unidade Mista de Saúde de Maragogi. O irmão dele, de 11 anos, sofreu uma pancada na cabeça e escoriações, mas escapou das rodas do caminhão porque rolou para o lado. Ele ainda se recupera das lesões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *