Cúpula da segurança pública se reúne para traçar medidas

Secretário Alfredo Gaspar e toda cúpula da segurança pública (Foto: Rosana Costa)
Secretário Alfredo Gaspar e toda cúpula da segurança pública (Foto: Rosana Costa)

Uma reunião, envolvendo todos os membros que integram a segurança pública no estado de Alagoas, aconteceu na manhã desta quarta-feira (27), no auditório Dr. Dilmar Lopes Camerino, situado no Ministério Publico, em Maragogi, Litoral Norte do estado.

O encontro foi presidido pelo secretário de estado da defesa social, Alfredo Gaspar de Mendonça, que classificou o momento como uma reunião integrada. Maragogi é a terceira cidade onde esse modelo de discussão está sendo realizada.

Segundo o secretário, o motivo da reunião foi para discutir os problemas da segurança na região, já que “segurança pública só se faz assim, estando todos os atores presentes”. Ele disse saber dos problemas enfrentados e o momento foi justamente discutir e traçar métodos para que sejam todos resolvidos.

“O governador tem se preocupado muito com essa região turística, especificamente a Costa dos Corais, tendo em vista que, tudo que acontece aqui é refletido para o mundo inteiro. Maragogi é uma porta de entrada de Alagoas, talvez o turista não conheça Maceió nem as nossas dificuldades, mas ele possivelmente já deve ter visto Maragogi em algum cartaz ou evento, para conhecer o Brasil através da cidade”.

Ainda segundo Alfredo Gaspar, pensando nisso, o governador Renan Filho, resolveu criar um Centro Integrado de Segurança Pública em Maragogi. “Espero que consigamos construir ainda este ano. Um convênio estará sendo assinado na próxima sexta-feira, com o Detran e a secretaria de estado da infraestrutura”, disse ele. O terreno já foi adquirido junto à prefeitura e isso trará uma melhor visibilidade da segurança para a região.

Assuntos como efetivo policial, restabelecimento de rondas com motos nas praias, fiscalização da lei do silêncio, foram alguns dos assuntos tratados brevemente durante o encontro, que depois seguiu de portas fechadas.

Estiveram presentes, o diretor-geral da Perícia Oficial, Manoel Melo, os delegados-gerais da Polícia Civil, Paulo Cerqueira e Carlos Reis,  o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Lima Júnior, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Adriano Amaral, além de outros integrantes da segurança pública.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *