Bancos paralisam atividades em Joaquim Gomes

Buraco se formou após estrangulamento de rede de águas pluviais (Foto: Hígor Silva / 40graus.com)
Buraco se formou após estrangulamento de rede de águas pluviais (Foto: Hígor Silva / 40graus.com)

Uma cratera com seis metros de profundidade por quatro de largura põe em risco a estrutura das agências do Banco do Brasil (BB) e da Caixa Econômica Federal (CEF) de Joaquim Gomes, na região Norte do Estado. Por causa da possibilidade de desabamento, as unidades paralisaram, nesta segunda-feira (18), as atividades internas e de atendimento ao público.

O buraco se formou dentro da agência do BB depois do vazamento ocorrido em uma galeria de águas pluviais, existente no subsolo do imóvel. O prédio é contíguo. A laje única cobre as duas agências, por isso a interdição atingiu as duas instituições financeiras.

O prédio é alugado pela prefeitura e cedido aos bancos por meio de comodato. O secretário municipal de Gestão Pública, Jailson Alves, informou que o município vai iniciar, ainda esta semana, as obras de reparo. Ele estima que, em 15 dias, os serviços internos sejam concluídos, quando os bancos poderão voltar a funcionar normalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *