Bebê prematura espera quase 7 horas por transferência

Equipe médica faz a transferência entre a Unidade Mista e o Helicóptero do Samu (Foto: Severino Carvalho)
Equipe médica faz a transferência entre a Unidade Mista e o Helicóptero do Samu (Foto: Severino Carvalho)

Depois de quase sete horas de espera a pequena Sofia Vitória, que nasceu prematuramente com seis meses de gestação, às 4h40 da madrugada desta quarta-feira (10), enfim foi transferida, ao meio-dia, de Maragogi para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal no Hospital do Açúcar, em Maceió.

A transferência foi realizada por meio do helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Aéreo. A mãe, Érica Estefany da Silva Santos, 15 anos, deu entrada na Unidade Mista de Saúde de Maragogi às 4h30, procedente de Japaratinga, cidade vizinha, no Litoral Norte de Alagoas.

Segundo a enfermeira obstetra, Benairis Muniz, a adolescente já chegou apresentando quadro expulsivo, prestes a dar à luz. Logo após o nascimento, por volta das 4h40, a equipe da Unidade Mista iniciou os contatos com o Complexo Regulador da Assistência (Cora), em Maceió, que só conseguiu encontrar uma vaga em UTI neonatal por volta das 9h30.

Às 11 horas, a equipe médica especializada desembarcou em Maragogi no helicóptero do Samu e, ao meio-dia, a recém-nascida foi transferida. O estado de saúde dela inspira cuidados.

“O médico disse que ela poderia não sobreviver, nasceu com 800 gramas apenas,  mas já está melhor agora, graças ao empenho de todos da Unidade Mista, e por isso vai se chamar Vitória”, afirmou o pai, Manoel Renato da Rocha Vasconcelos, 21.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *