Assaltantes caem em ribanceira e escapam

Moto foi içada por cordas amarradas a trator (Fotos: cortesia)
Moto foi içada por cordas amarradas a trator (Fotos: cortesia)

Dois assaltantes em fuga caíram numa ribanceira com cerca de 30 metros de altura na Fazenda Pedra Negra, zona rural de Japaratinga, no Litoral Norte de Alagoas. Eles estavam em uma motocicleta de 300 cilindradas com placa do município paulista de Teodoro Sampaio (EDW-5295). Os criminosos foram perseguidos por um popular que reagiu ao assalto a um mercadinho em Barreiras do Boqueirão. Ele alvejou um dos bandidos.

Na manhã desta quinta-feira, um suspeito chegou a ser conduzido à delegacia de Polícia Civil de Japaratinga, mas não foi reconhecido pelas vítimas. O homem foi ouvido pelo delegado Thiago Prado e liberado em seguida. Apresentava ferimento à bala nas costas e couro cabeludo, o que levantou as suspeitas.

O assalto ao mercadinho aconteceu por volta do meio-dia de quarta-feira. Um dos homens desceu da moto e pediu uma garrafa de vodka à proprietária. Quando ela virou-se para pegar o produto, ele anunciou o assalto. Roubou R$ 45 e um aparelho celular. A dupla fugiu e, no caminho, ainda teve tempo para assaltar uma transeunte, que também teve o celular roubado.

Ribanceira onde assaltantes caíram, na Fazenda Pedra Negra
Ribanceira onde assaltantes caíram, na Fazenda Pedra Negra

Um popular percebeu o crime e saiu em perseguição aos bandidos. Houve troca de tiros e um dos criminosos acabou atingido. Policiais militares do 6° Batalhão foram acionados e também saíram em perseguição aos bandidos, que seguiram pela AL-465.

Nas imediações da Fazenda Pedra Negra, eles acabaram caindo na ribanceira. Apesar da altura de cerca de 30 metros, ainda conseguiram escapar com vida. Eles abandonaram a moto, ainda funcionando, e fugiram a pé por dentro de um canavial, segundo relatou a Polícia Militar. A motocicleta foi tirada do fundo do precipício içada por cordas amarradas a um trator.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *