6° BPM reforça policiamento em Matriz do Camaragibe

Pelopes intensificou as ações em Matriz do Camaragibe (Foto: Severino Carvalho)
Pelopes intensificou as abordagens em Matriz do Camaragibe (Foto: Severino Carvalho)

O 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) reforçou o policiamento ostensivo em Matriz do Camaragibe, na região Norte de Alagoas. De acordo com o subcomandante da corporação, capitão Eliezer Lisboa, o Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) intensificou as ações no município com objetivo de coibir a violência.

Segundo ele, um oficial (tenente) foi designado pelo Comando de Policiamento de Área do Interior 3 (CPAI-3) para reforçar o efetivo do Pelotão instalado em Matriz, que já conta com duas guarnições.

Severino Rosalvo dos Santos, 28 anos, mais conhecido como “Kiko”, foi a quarta vítima fatal, em menos de 15 dias, de uma suposta guerra entre facções que disputam à bala os pontos de venda de drogas ilícitas em Matriz do Camaragibe.

Ele foi morto a tiros na noite da última terça-feira na Rua São Francisco. Kiko era apontado como um dos autores do atentado ocorrido na segunda-feira passada, que resultou na morte de um adolescente de 14 anos e deixou outras quatro pessoas feridas.

A disputa pelos pontos de venda de entorpecente estaria ocorrendo entre as facções do Conjunto Cícero Cavalcante e da comunidade do Pau D’arco, segundo as investigações da Polícia Civil.

O delegado regional, Belmiro Cavalcante, lamenta que o trabalho de investigação esbarre no medo das pessoas em denunciar e de repassar informações à polícia. “A população se omite, com receio”, disse o delegado, que espera ouvir, ainda esta semana, os depoimentos das duas vítimas que escaparam do atentado para avançar com as investigações. Ninguém foi preso até o momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *